Espanhol Português Inglês
Novidade - Cotação Online
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Fabricantes Distribuidores Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!


Voltar

.Cuidado com o excesso de frutose

Encontrada principalmente em frutas, a frutose é considerada por muitos especialistas com um dos tipos de açúcares mais saudáveis, exatamente por ser natural. Entretanto, o médico paulista Alexandre Feldman afirma em seu site Medicina do Estilo de Vida que esse tipo de carboidrato, no entanto, é perigoso para a saúde.

Em texto publicado em 2014, o médico explica que a frutose pode causar obesidade, diabetes e, até mesmo, hipertensão. Para comprovar essa tese, Feldman cita o crescimento exponencial da obesidade em países com "dieta ocidental", em que o consumo de refrigerantes, sucos artificiais e biscoitos é alto, como os Estados Unidos. Ele destaca que essas alimentos são ricos em xarope de milho, substância que possui alto teor de frutose. Outro problema, de acordo com o médico estaria nos sucos de frutas concentrados, que também possuem altos níveis desse açúcar.

O especialista apresenta, ainda, fórmulas químicas e estudo científicos que, segundo ele, comprovam que a frutose seria, inclusive, pior para o consumo que o açúcar comum (cristal ou refinado), que é composto por sacarose. Ou seja, ao contrário do que se acredita, não faria sentido substituir outros tipos de carboidratos pela frutose, visando manter o bem-estar.


A opinião de Alexandre Feldman levanta algumas questões interessantes: será que o consumo diário de frutas pode fazer mal à saúde? Existe nível seguro para o consumo de frutose?

O nutrólogo mineiro Breno Faria confirma as informações do médico paulista em relação aos perigos da alta concentração de frutose em produtos industrializados, porém, destaca que o consumo da substância em alimentos naturais, como suco de fruta, é seguro. "Somente recomendo a ingestão de frutose associada a fibras e, se possível, até à casca das frutas, pois isso reduz a velocidade de absorção desse tipo de açúcar pelo organismo, diminuindo as chances de problemas", comenta o especialista.

Ele explica que a maior parte da frutose ingerida é metabolizada (transformada em energia) no fígado e o restante é absorvido por células de gordura e pelos rins, por isso, o consumo deliberado desse açúcar é perigoso. "Consumir frutose sem orientação pode causar sobrecarga hepática e renal, resultando em acúmulo de gordura no fígado e no corpo como um todo. Este comportamento pode, ainda, aumentar o risco de diabetes", alerta o nutrólogo.

Para Breno Faria, o mais importante é que as pessoas se conscientizarem a não fazerem dietas extremas, tampouco acompanhar modismos. O ideal é sempre procurar orientação de um profissional capacitado. "Atualmente existem ferramentas que permitem à Medicina atuar de forma específica, de acordo com as características de cada pessoa. Todos somos diferentes e possuímos necessidades distintas. Portanto, todas estas particularidades devem ser levadas em conta no tratamento, na prescrição e no atendimento médico como um todo", diz o especialista.




Envie uma notícia



Telefone:

+55 11 5524-6931

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/AditivosIngredientes

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001